Escola Municipal Caminhos do Aprender

                       A Escola Municipal de Ensino Fundamental Caminhos do Aprender localiza-se na Avenida Antônio Ferronatto, número 225, no centro da cidade de Fagundes Varela. Atende, atualmente, cerca de duzentos e vinte alunos desde a Educação Infantil (creche e pré-escola), até o Quinto Ano do Ensino Fundamental, sendo que toda a Educação Infantil e o 1º, 2º e 3º Ano do Ensino Fundamental estão sendo atendidos em tempo integral.
                  A mesma tem por missão assegurar um ensino de qualidade, que permita desenvolver as habilidades e competências dos seus alunos, através de um processo que seja capaz de formar cidadãos conscientes, responsáveis, participativos e críticos, sujeitos agentes de seu processo, tornando-se capazes de analisar, compreender e transformar a sua realidade.

            A temática da escola neste ano de 2018 é “Somar: essência, vivência, presença criadora...”.

 

Somar: Essência, Vivência, Presença Criadora...

 

Somente uma prática pedagógica que possibilite o conhecimento da realidade social situa os sujeitos na dimensão de descobridores e indagadores da realidade. Somar: Essência, Vivência, Presença Criadora... surge da necessidade de integrar escola e comunidade, em uma perspectiva de educar a partir da experiência vivida.

 

FILOSOFIA: Prazer em Ensinar. Prazer em Aprender.

MISSÃO: Oferecer uma Educação com qualidade em Tempo Integral, formando cidadãos criativos, críticos, pensantes e comprometidos na vida e na sociedade.

VISÃO: Ser uma Escola de referência regional em Tempo Integral na qualidade de ensino, destacando seus alunos pelos conhecimentos produzidos, favorecendo seu crescimento e melhorando a qualidade de vida social.

VALORES:

ü  Respeito à diversidade e coletividade;

ü  Ética;

ü  Responsabilidade;

ü  Comprometimento;

ü   Parceria;

ü  Participação Democrática.

 

Adaptação Escolar

Escola: um novo mundo para a criança

 

            O início da vida escolar é um acontecimento significativo para toda a família, que terá dois grandes desafios pela frente: o ambiente desconhecido e a separação dos pais. Os pais podem e devem ajudar seus filhos neste momento tão importante.

            A criança precisa ser preparada para começar a frequentar ou mudar de escola. Existem alguns cuidados básicos que facilitam o processo. É importante que os pais transmitam que não o está abandonando e voltarão para levá-lo para casa, fazendo o possível para buscá-lo na hora exata da saída. Sendo honestos com a criança, despedindo-se dela quando sair.

            Os pais que tem que deixar seu filho para trabalhar, podem se sentir culpados por não estarem com ele o tempo todo. O fato é que somente através da falta dos pais e da necessidade da criança sair em busca de suas necessidades, por seu próprio esforço, é que se dará seu desenvolvimento emocional. O sentimento de culpa é uma emoção natural deste momento. A melhor maneira de ajudar a criança é deixá-la, sempre que possível, encontrar seu caminho para a independência.

            Frequentar a escola desde a Educação Infantil é uma oportunidade que a criança tem para se desenvolver intelectual e emocionalmente, enfrentando as dificuldades sozinha, começando a lidar com os adultos que não seus pais, nem seus familiares. Por isso, ela deve sentir que o ambiente lhe oferece carinho, afeto e segurança semelhantes aos que sente em casa.

            Confiar na professora é muito importante. Ela é uma pessoa fundamental na vida da criança. É importante entregar o filho nos braços da professora transmitindo segurança. Graças à educação em grupo a criança desenvolve a receptividade e a sensibilidade ao mundo exterior, aprende a vencer a timidez e insegurança, a colaborar e trabalhar em equipe, aprende a trocar e emprestar brinquedos, a conviver com outras crianças, a defender-se, se comunicar e expressar melhor.

 

COMO AJUDAR SEU FILHO NA ADAPTAÇÃO ESCOLAR

 

            Seu filho vai à escola pela primeira vez ou trocou de escola. É comum que isto gere um misto de alegria e ansiedade, pois tudo aquilo que é novo e desconhecido é sempre encarado como um desafio e, no caso do período escolar, é um desafio para a criança e para os pais.

           

            PASSO A PASSO:

1. Antes de mais nada, sentir confiança na escola que seu filho irá estudar é imprescindível;

2. Explicar à criança que há um lugar chamado escola e que a esse lugar vamos para aprender, ensinar, brincar e encontrar outras crianças e adultos.

3. Nunca mentir para a criança, dizendo-lhe que não a levará para a escola, quando a estiver levando. Mesmo diante de seu choro, mais benéfico para ela será saber que seus pais lhe disseram a verdade.

4. Perguntar tudo o que você quiser saber para a professora ou para outro membro integrante da Equipe Pedagógica a fim de esclarecer todas as suas dúvidas.

5. Enviar o bico, o bichinho de pelúcia, o paninho ou qualquer outro objeto de casa do qual a criança goste. Isso a conforta.

6. É normal que, mesmo a criança adaptando-se com facilidade, tenha uma recaída depois, seja porque um coleguinha o incomodou, seja porque voltou de um final de semana ou qualquer outro motivo. Neste caso, procure verificar o que está acontecendo e lhe dar muito apoio conversando bastante.

7. É importante respeitar as regras da escola para o período de adaptação.

8. Ao deixá-lo na escola, tente ser compreensivo se ele chorar ou manifestar vontade de ir embora: escute-o, diga que entende o que ele sente e que acredita que logo vai passar a gostar da sala de aula, da professora e dos colegas.

9. Chorar é normal. Não é para desistir, é para insistir!

 

PROGRAMA FLORESCER

            A busca pela valorização das diferenças, na comunidade escolar e em seu entorno o município de Fagundes Varela, através da efetivação de ações em prol da construção de uma escola capaz de trabalhar com a diversidade, deu início ao Programa Florescer em março de 2017, sob o princípio da integração, por meio do oferecimento de ações e atividades qualificadas para as diferentes faixas etárias, sem distinção de gênero, raça ou classe social, pretendeu-se incluir nesta proposta a pedagogia da cooperação, como metodologia com foco na promoção de valores humanos.

O objetivo é nutrir e sustentar permanentemente o processo de integração da cooperação no cotidiano pessoal e comunitário, reconhecendo-a como um estilo de vida, uma conduta ética vital, que sempre esteve presente, consciente ou inconscientemente, ao longo da história de civilização.

Os princípios da pedagogia da cooperação, essência do Florescer,  se baseia em quatro princípios, que são: coexistência , convivência, cooperação e comunidade. Cada um deles reflete e encontra-se relacionado, respectivamente, a um dos quatro pilares da educação, que segundo Delors (1998), são: aprender a conhecer, aprender a conviver, aprender a fazer e aprender a ser.

 

PROJETO MINUTO PELA VIDA

            O Projeto “Minuto pela Vida” foi criado pela Lei Nº 1.610 DE 09 DE NOVEMBRO DE 2011 no âmbito das Escolas Públicas Municipais, através de Regime de Colaboração entre Poder Público Municipal, Entidades Governamentais sem Fins Lucrativos, trabalhando em redes articuladas com a finalidade de estabelecer Políticas Públicas em defesa da vida. O Projeto, que será desenvolvido durante todo o ano letivo, visa promover ainda mais o despertar da cidadania que é um dos mais importantes momentos da vida de crianças, adolescentes e adultos. O foco maior é fazer com que cada cidadão fagundense se sinta responsabilizado pela construção de uma sociedade que goze plenamente de boa qualidade ambiental e de vida, estimulando e sensibilizando a ter uma boa relação com o meio em que vive. O Projeto está dividido em cinco eixos, sendo eles:

·         Educação para Preservação da Saúde;

·         Educação Sexual;

·         Educação Ambiental e Tecnológica;

·         Educação para o Trânsito;

·         Educação Patrimonial e Fiscal.

 

 

 

Entendendo o PNAIC – Pacto pela Alfabetização na Idade Certa

 

 O Pacto Nacional pela Alfabetização na Idade Certa é um compromisso formal assumido pelos governos federal, do Distrito Federal, dos estados e municípios de assegurar que todas as crianças estejam alfabetizadas até os oito anos de idade, ao final do 3º ano do ensino fundamental.

 

Alfabetização

            Aos oito anos de idade, as crianças precisam ter a compreensão do funcionamento do sistema de escrita; o domínio das correspondências grafofônicas, mesmo que dominem poucas convenções ortográficas irregulares e poucas regularidades que exijam conhecimentos morfológicos mais complexos; a fluência de leitura e o domínio de estratégias de compreensão e de produção de textos escritos.

            No Pacto Nacional pela Alfabetização na Idade Certa, quatro princípios centrais serão considerados ao longo do desenvolvimento do trabalho pedagógico:

            1. O Sistema de Escrita Alfabética é complexo e exige um ensino sistemático e problematizador;

            2. O desenvolvimento das capacidades de leitura e de produção de textos ocorre durante todo o processo de escolarização, mas deve ser iniciado logo no início da Educação Básica, garantindo acesso precoce a gêneros discursivos de circulação social e a situações de interação em que as crianças se reconheçam como protagonistas de suas próprias histórias;

            3. Conhecimentos oriundos das diferentes áreas podem e devem ser apropriados pelas crianças, de modo que elas possam ouvir, falar, ler, escrever sobre temas diversos e agir na sociedade;

            4. A ludicidade e o cuidado com as crianças são condições básicas nos processos de ensino e de aprendizagem. Dentro dessa visão, a alfabetização é, sem dúvida, uma das prioridades nacionais no contexto atual, pois o professor alfabetizador tem a função de auxiliar na formação para o bom exercício da cidadania.

            Para exercer sua função de forma plena é preciso ter clareza do que ensina e como ensina. Para isso, não basta ser um reprodutor de métodos que objetivem apenas o domínio de um código linguístico. É preciso ter domínio sobre qual concepção de alfabetização está subjacente à sua prática.

            No município de Fagundes Varela, a formação do Pacto pela Alfabetização na Idade Certa teve início dia 23 de março de 2013, nas dependências da Escola Municipal de Ensino Fundamental Caminhos do Aprender. Os trabalhos foram conduzidos pela pedagoga do município e participaram do ato, professores do 1º ao 3º Ano, com o objetivo de aprimorar, compreender e efetivar a proposta de uma alfabetização envolvendo como bloco único os três primeiros anos do Ensino Fundamental.

 

ATENDIMENTOS ESPECIALIZADOS

            Com o passar dos anos e com o crescimento populacional, percebemos que a demanda de crianças com necessidades educacionais especiais vem aumentando. Diante disso, sentimos a necessidade de oferecer atendimentos especializados em diversas áreas, como o trabalho do AEE (Atendimento Educacional Especializado), Psicopedagoga, Psicóloga e Fonoaudióloga. Firmamos parcerias com instituições como a APAE para auxiliar na qualificação do processo educativo dos discentes e docentes, ampliando as habilidades dos educandos e promovendo desta forma sua autonomia e participação social.

 

 

PERGUNTAS FREQUENTES

 

      O que você precisa fazer para matricular seu filho?

             - Documentos necessários que devem ser entregues no ato da matrícula:

Dos Pais: cópia da carteira de trabalho, comprovante de residência, identidade e cpf;

Do aluno: Cópia da certidão de nascimento, carteira de vacinas, teste da orelhinha e do pezinho.

 

      O que você precisa fazer caso trocar de cidade?

            É necessário solicitar junto à secretaria da escola a transferência do aluno, informando a data de saída, bem como apresentar o Atestado de Vaga da escola que frequentará na nova cidade.

 

      Sobre o uniforme de seu filho: Lembramos que o uso do uniforme é obrigatório todos os dias.

 

LEMBRETES IMPORTANTES

 

Ø  ALIMENTAÇÃO: O lanche é fornecido pela escola baseado em uma alimentação saudável e elaborado por nutricionista. Sugerimos que as crianças não tragam lanches como: balas, chicletes, bolachas recheadas, salgadinhos, etc.

 

Ø  DOENÇAS E MEDICAÇÕES: A criança que estiver sob suspeita de alguma doença infectocontagiosa, não deverá participar das atividades escolares, sendo assim, a família deverá comunicar a escola o motivo do aluno não estar comparecendo e apresentar atestado médico.

            Se o aluno fizer uso de medicação durante o horário escolar, será necessário apresentar a receita médica e identificar o frasco do remédio com o nome da criança, horário e dosagem a ser dada. Não é permitido a realização de nebolização na escola para as crianças que necessitarem.

 

Ø  O uso do celular é proibido no horário escolar. Quando houver dúvidas ou forem necessários esclarecimentos de eventuais acontecimentos ou problemas que vierem a surgir, favor entrar em contato com a Direção.

 

HORÁRIOS DE ATENDIMENTO

CRECHE:

A creche da Escola Caminhos do Aprender atende crianças de 0 a 3 anos no seguinte horário:

- TEMPO INTEGRAL: 7h às 17h (Podendo chegar às 06h45min e sair às 17h15min);

- TEMPO PARCIAL: 13h às 17h (Podendo chegar às 12h40min e sair às 17h15min);

 

PRÉ-ESCOLA:

A Pré-Escola da Escola Caminhos do Aprender atende crianças de 4 e 5 anos no seguinte horário:

- TEMPO INTEGRAL: 07h40min às 17h (Podendo chegar a partir das 7h20min);

- TEMPO PARCIAL: 13h às 17h (Podendo chegar a partir das 12h40min).

 

ENSINO FUNDAMENTAL

 - 1º, 2º e 3º Ano: Das 07h40min às 17h ou das 9h às 17h (fica a critério da família optar por um dos horários de chegada).

- 4º e 5º Ano: Das 07h40min às 11h40min. Podendo chegar na escola a partir das 07h20min.

 

Acesse a página da escola no facebook:

www.facebook.com.br//emefcaminhosdoaprender