Slogan
Pórtico


Notícias

“Sem leitura eu não vivo”

Quarta, 07 de Janeiro de 2015

As tecnologias do mundo moderno fizeram com que as pessoas deixassem a leitura de livros de lado, o que resultou, principalmente, em jovens cada vez mais desinteressados pelos livros, possuindo vocabulários cada vez mais pobres.
A leitura é algo crucial para a aprendizagem do ser humano, pois é através dela que podemos enriquecer nosso vocabulário, obter conhecimento, dinamizar o raciocínio e a interpretação. Muitas pessoas dizem não ter paciência para ler um livro, no entanto isso acontece por falta de hábito, pois se a leitura fosse um hábito as pessoas saberiam apreciar uma boa obra literária, por exemplo.
Desde criança, Nadia Aiolfi Bés, 49 anos, sempre teve uma grande aproximação com os livros. Ela via que a mãe nunca lia e não queria seguir o mesmo caminho. “Na medida que você lê, você alimenta a tua memória. Vai lendo, memorizando para o amanhã e para o envelhecimento. É um alimento para o corpo e para o espirito”, afirma ela.
Nadia, que hoje é secretária do Escritório da Emater de Fagundes Varela, chegou a iniciar o curso superior em letras, o que segundo ela, a fez se interessar mais ainda por livros. “A leitura faz com que a gente saia desse mundo e possamos viajar com os pensamentos para bem longe”, ressalta.
O interesse dela pelos livros influenciou também o interesse dos filhos pela leitura. Nadia revela que, sempre os incentivou a lerem e a seguirem os estudos. Segundo ela, isso contribuiu para a sua formação. “O hábito de ler deve ser estimulado na infância, para que o indivíduo aprenda desde pequeno que ler é algo importante e prazeroso, assim ele será um adulto culto, dinâmico e perspicaz”, enfatiza.
Enquanto muitos trocam tudo pela televisão, Nadia deixa os programas televisivos de lado e vai ao quarto para ler seus livros. À noite e aos finais de semana, são os horários preferidos por ela, para ler um bom livro. “Sem leitura eu não vivo. Tomara Deus que eu tenha sempre bons olhos para ler”, afirma.
Nadia não investe dinheiro na compra de livros. A maioria deles, ela retira na Biblioteca Pública Municipal Atilio Bassani, localizada no antigo prédio da Casa da Cultura. “Que bom que temos uma biblioteca atualizada. Para quem não tem poder aquisitivo para adquirir, ela oferece inúmeros títulos de livros para serem retirados. Tem um acervo muito bom”, ressalta.
Assim como ela, muitos fagundenses tem a oportunidade de retirar livros na biblioteca, gratuitamente. Recentemente, 120 novos livros foram adquiridos. Todas as obras foram indicadas por estudantes e leitores que frequentam a biblioteca. Foram investidos no acervo R$ 3.319,13.
Quando questionada sobre quais são seus livros preferidos, Nadia afirmou não ter preferência. “Leio livros, jornais, revistas. Se gosto do título, eu leio. O livro é um alimento para a alma. Durante a leitura descobrimos um mundo novo, cheio de coisas desconhecidas”, encerra.


Uma história que começou em 1888. O município está localizado na Serra Gaúcha, distante 180 km de Porto Alegre. Fagundes Varela, com seus 2.500 habitantes, é um município jovem, que caminha rumo ao progresso e desenvolvimento, sustentado na qualidade de vida.
Prefeitura de Fagundes Varela
De segunda a sexta, das 8h às 11h45min e das 13h30min às 17h15min
Telefones: (54) 3445-1066 e fax: (54) 3445-1068
E-mail: prefeitura@fagundesvarela.rs.gov.br
Avenida Alfredo Reali, 300 CEP: 95333-000
Prefeitura de Fagundes Varela Prefeitura de Fagundes Varela

Duo Studio Interativo

BF2 Tecnologia